24°C 34°C
Araguaína, TO
Publicidade

Colégio Dom Orione de Tocantinópolis consegue a primeira colocação no Prêmio Escola que Transforma, promovido pelo Governo do Tocantins

Uso de jogos como ferramenta para o ensino de língua portuguesa foi o projeto desenvolvido pelo Colégio Dom Orione para melhorar a aprendizagem dos...

29/01/2024 às 11h11
Por: Redação Fonte: Secom Tocantins
Compartilhe:
Colégio Dom Orione, de Tocantinópolis, é um dos primeiros colocados no Prêmio Escola que Transforma - Foto: Seduc/Governo do Tocantins
Colégio Dom Orione, de Tocantinópolis, é um dos primeiros colocados no Prêmio Escola que Transforma - Foto: Seduc/Governo do Tocantins

Com o projetoO uso de jogos como ferramenta para o ensino de língua portuguesa, o Colégio Dom Orione, de Tocantinópolis, conseguiu a primeira colocação no Prêmio Escola que Transforma, promovido pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).A unidade escolar venceu na modalidade Ensino Médio Educação Regular/Parcial - Ensino Médio de Tempo Parcial - Esfera Estadual.

A professora Marynalva Silva Abreu Reis é a mentora da ideia, com ações que buscam melhorar o rendimento dos estudantes em leitura, escrita e interpretação textual. As atividades contaram com jogos pedagógicos como soletração, envolvendo estudantes de todas as turmas de estudantes, do ensino fundamental e médio.

Segundo a professora Marynalva Silva Abreu Reis, a proposta chamou bastante a atenção dos alunos. “Os estudantes ficaram motivados em participar das atividades devido aos jogos serem atrativos, aprendendo de forma mais agradável e motivadora”, ponderou.

A eletiva selecionada pelos estudantes foi Jogos Linguísticos. Para escolher os conteúdos a serem aplicados, ocorreu uma forma de avaliação diagnóstica envolvendo competições. Tratam-se das ações avaliativas “Jogo da forca gramatical” e o “Jogo na ponta da língua”. Dessa forma, verificou-se o nível dos estudantes em língua portuguesa, e foram aplicadas metodologias de ensino com base na Matriz de Recomposição.

Outras ações foram realizadas comoJogo da inteligência, para identificar o que os estudantes haviam assimilado; oJogo da velha gramaticaltambém serviu de apoio para identificar falhas na aprendizagem. Essas atividades serviram, também, para revisão de conteúdos que foram ensinados durante o semestre letivo.

Ao final, os alunos eram orientados pela professora a produzir um depoimento e/ou relato sobre a experiência adquirida por meio das aulas práticas.

O estudante Wallace Mateus Andrade Milhomem, da 1ª série do ensino médio, comentou sobre a inovação a partir da metodologia chamada Jogos linguísticos. Para ele, as atividades ultrapassaram o ensino tradicional. “Foi utilizada uma metodologia inclusiva fazendo com que todos nós pudéssemos aprender mais sobre a língua portuguesa. Nós tivemos a chance de apresentar ideias de jogos e até fabricá-los, para fins de interação e socialização”, pontuou.

A professora Rosinalva Carneiro Magalhães, que trabalha com a sala de recurso multifuncional, enfatizou a importância dos jogos educativos na aprendizagem. “A construção e uso de jogos para estudantes que ainda estão em processo de alfabetização e letramento e participam da Sala de Recursos Multifuncional é muito importante, uma vez que a metodologia atende às especificidades dos estudantes, na tentativa de sucesso no espaço acadêmico e consequentemente fora da escola, considerando que aprender a ler e a escrever é prerrogativa para uma participação social mais ativa e justa” comentou.

O estudante Pedro Paulo Macedo Neres de Sousa, do 8º ano do Ensino Fundamental, comentou sobre os benefícios dos jogos. “Os jogos têm sido um grande benefício para a melhoria do aprendizado nas aulas de língua portuguesa, pois além de estarmos aprendendo, estamos nos divertindo e estimulando a nossa mente, além de desenvolver nosso raciocínio lógico, nossa criatividade, estimulando o nosso aprendizado com melhor aproveitamento”, concluiu.

O projeto proporcionou a realização de pesquisas em livros físicos e na internet, sobre jogos que abordam os objetos de conhecimento do componente curricular de língua portuguesa, que resultou no levantamento de vários jogos, que foram selecionados com critérios estabelecidos pelos próprios alunos, para ampliar o acervo de jogos da unidade escolar.

Colégio Dom Orione de Tocantinópolis consegue a primeira colocação no Prêmio Escola que Transforma, promovido pelo Governo do Tocantins
Estudantes aprendem língua portuguesa e gramática normativa a partir de jogos educativos - Seduc/Governo do Tocantins
Colégio Dom Orione de Tocantinópolis consegue a primeira colocação no Prêmio Escola que Transforma, promovido pelo Governo do Tocantins
Estudantes competem a partir da utilização de jogos educativos que influenciam na aprendizagem - Seduc/Governo do Tocantins
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.